segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Para 2013...

Meu Amigo

desejo-te um bom dia... Uma boa noite... Uma boa tarde...
Muitas tardes, de muitos dias, de muitas noites.

Desejo-te o melhor. Desejo-te o hoje, o amanhã e o depois de amanhã.

Não quero que sejas feliz Agora... Quero que sejas feliz sempre!

Quero que essa seja a tua meta; o teu objectivo; o teu lema de vida.
Mais!

Quero (!) Preciso (!) que sejas bem sucedido nessa missão: já!

O novo ano não é sinónimo de um novo início... mas é sinónimo de novas vontades; novos sonhos; mais esperanças... todos os dias, milhões de oportunidades. E quero que as encontres a todas. Que as recebas e que as uses... para seres feliz. Para tornares alguém feliz. E que essa pessoa padeça da mesma vontade, das mesmas oportunidades, dos mesmos sonhos.

Encontra-te! Pega em ti... e leva-te aonde és Feliz.
Encontrar-me-ás perto... feliz por ti.

Até lá, um até já rapidinho ;)

Belinha Pestinh@



terça-feira, 4 de setembro de 2012

E haverá melhor?

Lá fora o vento sussurra.... mas a palavra... 
A palavra é dita em silêncio....




domingo, 22 de abril de 2012

YTT

Will, someday some who, ear the words unspoken?





.

These are the (silent) days!

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Wild(e) as it gets

Somos o nosso próprio demónio...

... e fazemos deste Mundo o nosso próprio inferno.

Oscar Wilde



.

These are the (demon) days!

sexta-feira, 30 de março de 2012

quarta-feira, 28 de março de 2012

Longe de imaginar...

A ti que agora lês este texto...
Tu! Sim, tu!

Obrigada!


Guardo, como relíquias, algumas mensagens e todos os e-mail's que enviaste até hoje... releio-os muitas vezes...

... e de todas elas penso... como é que é possível?

Orgulha-me ter feito (e fazer) parte da tua vida...

Longe de o imaginar... Sou mais feliz, por te ter comigo.

GMT

These are the (when can I have my journals back) days!

.

Pede...

Pede!
Pede que eu dou...

Pede-me o mar...
Pede-me a Lua...
Eu dou-to e vou-ta buscar.

Pede-me o Sol, as nuvens... pede-me o ar!
Pede! Eu dou...

Pede-me as galáxias e todas as estrelas do universo...
Sei que arranjarei forma de as embrulhar.

Ouve!
Ouve-me!
Pede-me até asas para voar... !


Pede também o Tempo! O meu tempo, o nosso tempo.
Pede! Pede tudo! Eu dou...

... mas só quando eu puder.


These are the (ask_and_you_shall_receive) days!

Fu.....


- Como te chamas?
- Fu
- Fu quê?
- Fu miga! E tu?
- Ota
- Ota quê?
- Ota Fu miga

These are the (Fu) days!

Mais 5 minutos...

Paro, dezenas de vezes, no dia... nos dias...

Perco-me...

Regresso concentrada...

5 minutos mais...

Perco-me de novo...!

Distante, porque quero mais perto...

...transporto, insensatamente, o momento... Levo-o comigo para o vazio...

Guardo!

E num constante vai-e-vém arrecado lembranças; enfeito memórias.

5 minutos mais... nova viagem... mais um presente.

Termino o dia como a formiga... abastecida, embebecida, confiante,... enganada.

Ah a formiguinha... mal se apercebe, que na viagem insensata, perde 5 minutos de novas memórias...

Mais 5 minutos...

Que ganhas tu senão um baú de memórias já passadas? Que ganhas tu... se tanto perdes?
Ah a formiguinha...

These are the (hant) days!

terça-feira, 27 de março de 2012

Paz...

Ah, o silêncio recatado de um espaço vazio...

A nudez das palavras na imensidão de uma folha em branco...


Parto da escuridão... faço-me ao caminho.

Coloco a mochila às costas, calço a coragem e sigo, em fé... com fé.

Em tudo, e para um tudo... apago a luz.

E no intervalo de dois pensamentos, vejo-me (!)... e de mochila às costas, com a coragem, sigo...

Amanhã é um outro dia...

.
These are the (awareness) days!

Foda-se!

Foda-se!
Foda-se! Foda-se! Foda-se!

Mil vezes, Foda-se!

Não há forma, nem maneira, de as nuvens partirem e deixarem brilhar o Sol?!

Foda-se!
Foda-se! Foda-se! Foda-se!

Mil vezes, Foda-se...


These are the (fucking) days!
.

terça-feira, 20 de março de 2012

Memo a mim mesma....

A Amizade verdadeira e o carinho inimitável são sempre provas irrefutáveis de que fizémos algo bom nesta vida... são também promessas pessoais de tentar, pelo menos tentar, fazer hoje e sempre, cada vez mais... cada vez melhor...

Obrigada a todos e a cada um!

Estão e estarão, são e serão, sempre parte de mim.


These are the (friendship) days!


Meio-meio, nada cheio...

De uma lentidão monocórdica...
Recitam-se palavras; Desenham-se conversas..
E em tudo o que faço...

É um tempo que pára e em tudo o que traz,... é um nada cheio, meio-meio.



Paro no momento.
Definho vontade...
E em tudo o que faço...

É um tempo que pára e em tudo o que traz,... é um nada cheio, meio-meio.



Conheço a verdade
E sem nada perder, definho a vontade
E em tudo o que faço...

É um tempo que pára e em tudo o que traz,... é um nada cheio, meio-meio.



Passa a hora, passa o dia
O ano que foi, o ano que vem...
E em tudo o que faço...

É um tempo que pára e em tudo o que traz,... é um nada cheio, meio-meio.



Se pudesse haver um sinal
E um dia mudar me parece
Seria, em tudo o que faço

...um tempo que pára, e em tudo o que trouxesse, fosse um meio-meio, em tudo cheio.


These are the (timeless) days!
.

segunda-feira, 5 de março de 2012

Nada muda, se nada mudar...

Judge me not by the colour of my skin or the age on my bones but by the smile on my face and the joy and care in my heart...

A. L.




These are the (poetry) days!

.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

E o pintinho... piu!




These are the (birdy) days!


.